[:pb]Somos multi! Com orgulho![:]

22/07/2016 por Thiago Manolio

[:pb]Quando chegou minha vez de escrever o texto para esse blog, fiquei pensando muito no que falar. Muito! Parei um minuto e olhei ao meu redor – a sala de atendimento da LVBA – e tive uma grata surpresa. Somos uma empresa multi. Somos negros, brancos, héteros, gays, cristãos, umbandistas, espíritas… Nunca havia parado pra pensar nisso e, a grata surpresa que mencionei antes, foi no sentido de ter sorte em trabalhar num local assim, no qual as diferenças são tão claras e, principalmente, celebradas.

O Brasil é conhecido por ser um dos países mais diversos: diversos tipos de cor, raça, credo, mas as empresas brasileiras ainda estão distantes de promover a inclusão e o respeito à população LGBT, por exemplo. Segundo levantamento feito pela empresa de recrutamento Elancers, 38% das empresas brasileiras não contratariam pessoas LGBT para cargos de chefia e 7% não contratariam em hipótese alguma.

shutterstock_70207033

E para pessoas com deficiência? Desde 1991 temos a Lei de Cotas que prevê que toda empresa com 100 ou mais funcionários deve destinar de 2% a 5% (dependendo do total de empregados) dos postos de trabalho a pessoas com alguma deficiência. E, mesmo assim, com uma lei obrigando, não vemos essa inclusão. O que está errado?

Ao invés de escrever um texto longo e cheio de outros dados estatísticos, achei que seria mais interessante em usar esse espaço para uma reflexão. Pare para pensar: no seu local de trabalho, aí, na sala ao lado da sua. Quantos negros existem? Quantos muçulmanos? Quantos gays? Pessoas com necessidades especiais?

Somos tão diversos assim no nosso dia a dia? Seu colega de trabalho gay, por exemplo, se sente confortável em falar sobre isso abertamente? Talvez você nem saiba que ele é gay. Talvez ela tenha medo de falar sobre isso, por conta daquela piadinha que sempre é feita na hora do café.

O que estamos fazendo para que nosso ambiente de trabalho seja mais diverso? E, principalmente, aberto à diversidade?

Ter uma força de trabalho multi é a melhor solução que qualquer empresa pode adotar. Fugindo da questão do ser politicamente correto, estar aberto às diferenças é uma ótima oportunidade para conhecer o diferente, aprender algo novo todo dia, quebrar um preconceito que tenhamos e, talvez nem saibamos. A diversidade é uma grande arma quando se compete no mercado global, quando se trabalha com clientes globais e de diferentes culturas. Essa mistura de pensamentos, ideias, gostos, passatempos e muito mais pode ser ótima na hora de um brainstorm para um prospect, não?! Além de poder ser absurdamente divertido!

Mas isso é algo que tem que ser natural. Tem que ser cultural da empresa. Não algo imposto. Enfiado goela abaixo dos funcionários. Essa diversidade só vale para a empresa se diretoria, funcionários e colaboradores pensarem igual. Forem abertos ao novo. Ao diferente.

E é nesse ponto que fica minha reflexão e, principalmente, a lição de casa que deixo para vocês: você está preparado para isso?
[:]