CVV: Quebrando tabus e falando sobre suicídio

LogoCVVO Centro de Valorização da Vida (CVV)
é uma ONG brasileira que atua desde
1962 na prevenção do suicídio.

 

Cenário:
O suicídio mata 1 brasileiro a cada 45 minutos e, estima-se que outros 3 tentem tirar a própria vida. Apesar de ser um problema de saúde pública que atinge pessoas de todas classes sociais, culturas, religiões e idades, e ter prevenção em 90% dos casos, suicídio é um tabu enorme.

Se o assunto não é falado dentro de casa, muito menos pela imprensa ou outros locais que podem contribuir para a conscientização a respeito do problema. Eis um problema ainda maior: a dificuldade de se conquistar espaços relevantes e confiáveis para difundir essas informações.

Solução:
A solução foi gerar fatos e buscar meios alternativos para facilitar a abordagem da imprensa, como:
» Debate sobre prevenção do suicídio no Auditório da Folha de São Paulo mediado pelo jornalista especializada em saúde Cláudia Collucci, a psicóloga Rosely Sayão, o psiquiatra e professor da Unesp Dr. Manoel Bertolote e o voluntário do CVV Robert Paris;

CaseCVV1

» Criação de um folheto muito didático dirigido ao público, com perguntas e respostas sobre suicídio, chamado Falando Abertamente Sobre Suicídio;
» Mediação com associações e poder público para divulgação da causa e do Setembro Amarelo (mês de prevenção do suicídio).

Resultados:

CaseCVV3

» Presença em reportagens no Mais Você (TV Globo), Bem Estar (TV Globo), Jornal da Band, Exame.com, Revista Galileu, Folha de S.Paulo, Zero Hora, Correio Braziliense, Rádio Bandeirantes, entre outros veículos de alta relevância;
» Fanpage do CVV atingindo 25 mil seguidores e do Setembro Amarelo com quase 8 mil seguidores em 2 meses, ambos sem receber investimentos;
» Criação do 188, primeiro telefone sem custo de ligação para prevenção do suicídio, pelo Ministério da Saúde e Anatel;
» Importantes pontos turísticos iluminados no Setembro Amarelo de 2015, como Congresso Nacional, estádios de futebol e pontes estaiadas.

CaseCVV2