A importância de reunir, ritualizar e compartilhar

Não há quem não se lembre, com carinho e saudade, dos rituais familiares. Aqueles encontros nas reuniões de Natal, as brincadeiras na Páscoa, a espera angustiante pela “fada dos dentes” — aquela que pega um dentinho de leite embaixo do travesseiro e troca por dinheiro. Isso sem falar nas nossas formaturas do pré, primeiro grau, ensino médio e faculdade; as comemorações pela entrada na universidade, a compra de um carro novo e, até mesmo, a conquista de um novo emprego.  (mais…)